Instrução Geral do Missal Romano – As partes da Missa

Instrução Geral do Missal Romano – As partes da Missa

Bom Acólito e Querida Leitora, caro Leitor!

PAX DÓMINI!

Temos aí uma Formação da Instrução Geral do Missal Romano sobre as partes da Missa. Vale a pena dar uma olhada e aprender como de fato se celebra o Santo Sacrifício do Senhor a Santa Missa.

Deus o abençoe!

Clemens Jr.

“Ao assistir à Santa Missa você é preservado de muitas desgraças e perigos, pelos quais você seria abatido!” (São Pio de Pietrelcina)

Advertisements
Posted in Uncategorized | Leave a comment

Homilia do 6º Domingo do Tempo Comum – Audio « Christo Nihil Praeponere

Homilia com Pe. Paulo Ricardo (aúdio)                                                                                                                                                  6º Domingo do Tempo Comum (13/02/2011)

“Não jurarás falso”

O juramento é a invocação do nome de Deus como testemunha e isto não pode ser feito a não ser na verdade, no discernimento e na justiça. A invocação do nome de Deus também é uma força positiva que 1) Confirma nossa palavra; 2) Nos santifica; 3) Expulsa o Inimigo; 4) Professa nossa fé; 5) Nos defende e 6) Completa nossas obras.

Audio « Christo Nihil Praeponere.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Instrução Geral do Missal Romano – Função do Acólito

Caro Acólito!

Formação da Instrução Geral do Missal Romano

Contendo todas as instruções do Acólito na celebração do Santo Sacrifício do Senhor, a Paixão, Morte e Ressurreição – a SANTA MISSA, segundo a IGMR.

Instrução Geral do Missal Romano – Funções dos Acólitos

Deus os abençoem!

Clemens Jr.

 

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Formação para Acólitos

Amados Acólitos, Coroinhas, Leitoras e amigos da Liturgia!

Temos aí, um material em PDF, que trata-se de um pequena Formação sobre a Liturgia que nós Acólitos servimos no dia a dia em nossas Comunidades paroquiais.                                       Vale a pena conferir e adquirir em nosso conhecimentos um pouco  a mais sobre a nossa fé Católica, Apostólica e Romana!

Deus os abençoe!

Clemens Jr.

Manual do Acólito pdf.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

No Céu agora mesmo: o que descobri quando participei pela primeira vez da missa

Ali estava eu, incógnito, um misterioso protestante a paisana, esgueirando-me nos fundos de uma capela em Milwaukee para participar pela primeira vez da missa. A curiosidade me arrastara até lá e eu ainda não tinha certeza de que fosse uma curiosidade saudável. Ao estudar os escritos dos primeiros cristãos, encontrei inúmeras referências à “liturgia”, à “Eucaristia”, ao “Sacrifício”. Para aqueles primeiros cristãos, separada do acontecimento que chamamos hoje de “missa” a Bíblia – o livro que eu amava – era incompreensível.

Eu queria compreender os cristãos primeiros, mas não tinha nenhuma experiência de liturgia. Por isso, persuadi a mim mesmo a ir ver, como espécie de exercício acadêmico, mas jurando o tempo todo que não ia me ajoelhar nem participar de tal idolatria.

Sentei-me na obscuridade, em um banco bem no fundo daquela capela no subsolo. À minha frente havia um numero considerável de fiéis, homens e mulheres de todas as idades.

Impressionaram-me suas reflexões e sua evidente concentração na oração. Então o sino soou e todos se levantaram quando o padre surgiu de uma porta ao lado do altar.

Hesitante, permaneci sentado. Durante anos, como calvinista evangélico, fui instruído para acreditar que a missa era o maior sacrilégio que alguém poderia cometer. Tinha aprendido que a missa era um ritual com propósito de “sacrificar Jesus Cristo outra vez”. Por isso, eu seria um espectador, ficaria sentado, com a bíblia aberta ao meu lado.

Impregnado da escritura

Entretanto, à medida que a missa prosseguia, uma coisa me tocou. A bíblia não estava só ao meu lado. Estava diante de mim – nas palavras da missa!” Um versículo era de Isaias, outro dos salmos, outro de Paulo. A experiência era prodigiosa. Eu queria interromper tudo e gritar: “Ei! Posso explicar o que está acontecendo a partir das escrituras? Isso é maravilhoso!” Não obstante mantive minha posição de espectador, à parte até que ouvi o sacerdote pronunciar as palavras da consagração: “Isto é o meu corpo… Este é o cálice do meu sangue”

Então senti todas as minhas dúvidas se esvaírem quando vi sacerdote elevar aquela hóstia branca, percebi que uma prece subia de meu coração em um sussurro: “Meu senhor e meu Deus sois realmente vós!”

A partir daquele ponto, fiquei, por assim dizer, tolhido, Não imaginava uma emoção maior que a que aquelas palavras provocaram em mim. Porém a experiência intensificou-se um momento depois, quando ouvi a congregação repetir: “Cordeiro de Deus… Cordeiro de Deus… Cordeiro de Deus…”, e o sacerdote responder “Eis o cordeiro de Deus…” enquanto elevava a hóstia.

Em menos de um minuto a frase “Cordeiro de Deus” ressoou quatro vezes. Graças aos longos anos de estudo Bíblicos, percebi imediatamente onde eu estava. Estava no livro do apocalipse, onde Jesus é chamado de cordeiro nada menos do que vinte e oito vezes e dois capítulos.  Estava na festa de núpcias que João descreve no final do ultimo livro da Bíblia. Estava diante do trono do céu, onde Jesus é saldado para sempre como Cordeiro. Entretanto, e não estava preparado para isso – eu  estava na missa!

Trecho extrido da tradução de Barbara Theoto Lambert do livro  O Banquete do Cordeiro: a missa segundo um convertido do autor Scott Hahn pela editora Edições Loyola. Este fragmento pertence a 12ª edição.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Grupo de Liturgia Santo Ambrósio de Milão – Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá

Fundado no dia 07 de dezembro de 1993
Primeira missa dia 08 de dezembro de 1993

“A maior alegria que podemos dar a Maria Santíssima é a de levar Jesus Eucarístico no nosso peito”

“Tarde te amei, ó beleza tão antiga e tão nova, tarde te amei! Eis que estava dentro e eu fora. E aí te procurava e lançava-me nada belo ante a beleza que tu criaste. Estavas comigo e eu não contigo. Seguravam-me longe de ti as coisas que não existiriam, se não existissem em ti. Chamaste, clamaste e rompeste minha surdez, brilhaste, resplandeceste e afugentaste minha cegueira. Exalaste perfume e respirei. Agora anelo por ti. Provei-te, e tenho fome e sede. Tocaste-me e ardi por tua paz.”
Santo Agostinho

Se deixa seu pai por mim, sua mãe por mim, me encontrará, me encontrará
Se deixa suas terras por mim, seus bens por mim, seus filhos por mim, me encontrará
Não tenhas medo, eu conheço aqueles que elegi
Quem perde sua vida por mim, a encontrará, a encontrará
Não tenhas medo, eu estou aqui, eu estou aqui

A busca de Deus é a busca da alegria

Que Deus esteja sempre com você, mas que acima de tudo você esteja sempre com Deus!

Reuniões todos os sábados às 16:30 hrs na Catedral…Participem conosco!
Posted in Uncategorized | Leave a comment